LOOP B: música eletrônica brasileira + percussão em sucata

25.11.2017

A música de Loop B é formada por uma estrutura eletrônica previamente programada e a percussão em sucata que acontece ao vivo. Os ritmos brasileiros aparecem nas bases eletrônicas e na percussão, integrando as batidas quebradas ao balanço brasileiro.

 

Suas experimentações com percussão em sucata começaram nos anos 70 e logo teve contato com sintetizadores. Em 91 iniciou carreira solo (o primeiro álbum é de 92). Sua veia brasileira foi registrada na coletânea Electronic Music Brasil da Sony Music em 97, com um samba batucado na sucata de um fogão.

Instrumentos de percussão

Sucatas de automóveis: tanque de gasolina, painel, porta; sucatas de computador: monitor, teclado, scaner; sucatas de eletrodomésticos: máquina de lavar, geladeira, fogão, e outros objetos inusitados, como cartuchos vazios de bala de canhão, perna de manequim e espada de brinquedo, se transformam em instrumentos de percussão, enriquecendo a música com seus timbres incomuns. Os mais variados tipos de baquetas, inclusive uma furadeira, auxiliam Loop na exploração dos objetos e valorizam o aspecto visual e performático.

No momento da expansão internacional da música eletrônica nos anos 90 e 2000, Loop foi um grande difusor deste estilo no Brasil, com vários CDs lançados e shows em festivais por todo o país: Abril Pro Rock, Goiânia Noise, Rec Beat, Tribos Eletrônicas, BHRIF e outros.

Em parceria com o violeiro Pedro Osmar lançou em 2008 o CD Farinha Digital, sob o patrocínio o Programa Petrobras Cultural. Com este show participou do festival Europalia na Bélgica em 2011.

Com frequência faz shows e dá oficinas no SESC e também atuou no CCBB e no Itaú Cultural, que lançou seu trabalho em CD e DVD (Rumos Música 2005), tendo sido selecionado novamente em 2010.

Morou 2 anos em Nova York, onde fez shows em clubes da cidade e em festivais. Durante este período, manteve ativa sua carreira no Brasil comemorando os 20 anos de Loop B com apresentações em São Paulo (Itaú Cultural, Sesc Pompeia e Sesc Ipiranga) e interior, entrevistas no Programa do Jô (TV Globo) e no Programa Metrópolis (TV Cultura) que fez uma retrospectiva de sua carreira.

Discografia:
Penetráveis (2011), Farinha Digital (2008), Quixotes do Amanhã (2006),
A Música Toca (2003), De Onde (2000), Spray (97), Midnight Mirage (92).

LINKS DE VÍDEOS:
Loop B - Samba da Furadeira

Loop B - Dançando na Tampa

Entrevista e performance. Programa do Jô, TV Globo, 2012.

Loop B 20 anos - Matéria retrospectiva e Entrevista. Programa Metrópolis, TV Cultura, 2012.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

destaque

Democracia em Vertigem

1/8
Please reload

últimos
Please reload

Arquivo
Please reload

tags