programação: improfest 4



Em 2017, em parceria com o Red Bull Station São Paulo, e o artista e curador Fernando Velázquez, abriu a possibilidade de um retorno ao formato de festival acrescido de uma nova atividade - Improfest AV, vertente de criação de diálogos com artistas visuais atuando com VJs. Para tanto foi feita uma CHAMADA DE TRABALHOS aberta a VJs e músicos improvisadores. 

 

O Improfest 4 e, dessa vez, conta com a participação de um dos mais incríveis improvisadores e criadores dessa primeira década do século XXI, o japonês Otomo Yoshihide. O Improfest também conta com extensões de suas atividades em Belo Horizonte (MG) com a série Conferência e Concerto, na UFMG. No dia 21/11 tal evento abre as atividades da quarta edição do Improfest.

Músico de interesses e criações variadas, da composição de trilha sonora para séries de tv, até a criação de instalações sonoras, Otomo é um inquieto artesão eclético, afixionado pelo free jazz e noise music e um estudioso da música brasileira, que tem na guitarra elétrica na performance com os turntables, sua maior potência improvisatória. Em seus projetos para grupos grandes, Ground Zero ou sua New Jazz Orchestra, experimenta o manejo de músicos criadores e tenta a descentralidade da condução, chegando a resultados incríveis, que podem ser ouvidos na releitura de Eric Dolphy, em Out to Lunch. Não dá pra deixar de mencionar um projetos como o Iso, ou seus variados duos, com Christian Marclay, Fred Frith, Hiroshi Yamazaki, entre outros. Otomo entende que músicos diferentes fazem música diferente e investe na possibilidade do encontro com outros músicos.

Nesse sentido, o Improfest, na sua 4 edição, preparou um diferente formato em relação às outras edições, dessa vez como uma possibilidade de encontro de com o músico japonês, ou melhor, a possibilidade de encontro entre o músico japonês e um trio brasileiro, no dia 23/11, encabeçado por Antonio Panda Gianfratti, um mestre e lenda viva da nossa música improvisada, de Paulo Hartmann e Marco Scarassatti.

 

No segundo dia, 24/11, o Improfest traz Otomo Yoshihide novamente para o centro da cena, dessa vez para contar ao público um pouco de sua trajetória, projetos e pensamentos acerca da música e improvisação.

 

No terceiro e último dia, 25/11, através de uma convocatória aberta a músicos improvisadores e VJs, retoma-se um pouco do espírito da maratona improvisada, dessa vez num diálogo entre luz e som. E mais uma vez, uma oportunidade de encontro com Otomo Yoshihide, numa celebração à sua vinda.